Empreender não é só ter sua própria empresa!

by organica

O conceito de empreendedorismo está em alta no mercado e na cabeça de quem já não quer mais obedecer às regras impostas da Velha Economia. No dicionário, a palavra está ligada a movimento, a se propor a praticar algo difícil, a tentativas, execução e realização.

Nesse sentido, há quem julgue que empreender está ligado apenas a montar o seu próprio negócio e “não ter mais patrão”. Trazemos novidades: é possível empreender onde você está hoje. No segundo episódio da série Exponential Minds, o CEO da MaxMilhas, Max Oliveira, CEO da MaxMilhas, conta como começou enquanto ainda era engenheiro de uma grande empresa, e a sócia da Organica Priscilla Erthal explica o conceito de que, para empreender, você não precisa necessariamente montar o seu próprio negócio.

Há muitas maneiras de praticar o empreendedorismo da Nova Economia. A principal delas é entender que para aprender é preciso errar e que, quanto mais cedo você errar, mais barato custará o erro e mais cedo você vai encontrar o caminho certo. Isso pode ser implementado no seu dia-a-dia e na cultura de qualquer equipe existente. Também é possível entrar em empresas em crescimento e praticar suas ideias e soluções nesse rumo exponencial. Dá pra empreender em qualquer lugar. Basta não ter medo de colocar em prática!

Até dá para dizer que alguns nascem com o dom de “empreender”. É aquele exemplo do aluno ou aluna que, aos 13, já quer apresentar um trabalho diferente do modelo que o professor pediu. Ou daqueles que, antes dos 18, já estão pensando em produzir algo em casa para vender na vizinhança.

Empreender é, definitivamente, pensar fora da caixinha. E talvez seja esse um dos segredos dos que estão surfando nas ondas da Nova Economia. Não apenas esse, mas é um dos principais.

É claro que quem opta pelo caminho do empreendedorismo vai enfrentar dificuldades. A primeira delas é a de convencer os que ainda estão com o mindset da Velha Economia de que novas ideias abrem caminhos para grandes conquistas. Quem está no passado tem medo da disrupção. Depois vêm as dificuldades financeiras (ou de investimentos em algo fora do convencional). Ultrapassadas essas barreiras, vêm os desafios da gestão, do marketing e crescimento. Viver no desconforto é “premissa” da Nova Economia, não há como fugir.

Se pensarmos no copo meio cheio, as vantagens de praticar o empreendedorismo estão ligadas à realização pessoal (e profissional), inovação, da coragem e, porque não, do sucesso, seja do seu próprio negócio ou da empresa aonde você trabalha.

E, então, vamos empreender já?

Comentários

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

© 2017 Organica. Todos direitos reservados. 123eSite