SXSW Tendências por Organica – Dia 2

Surpreendente. Se tem uma palavra que resume o que foi esse primeiro dia do SXSW é esta.

Só mesmo o Southby para envolver uma cidade inteira dessa maneira com o melhor dos propósitos: abrir a cabeça das pessoas para mostrar algo novo. Os participantes também carregam a vibe de aprender e trocar experiências, o que é animador e dá aquela bateria extra para os próximos dias.

O SXSW só tá começando e você pode acompanhar tudo o que tá rolando por aqui!

O futuro do streaming

Meg Whitman e Jeffrey Katzenberger se juntaram para montar o Quibi. Levantaram US$1Bi! e estão montando a Netflix para os micro momentos. Todos os modelos atuais, até mesmo a Netflix, tem um formato longo de 40 a 60 minutos cada episódio de série, por exemplo. O que acontece é que passamos o dia no celular, mas só 10% dos filmes e seriados são vistos no aparelho. A dupla vai entrar no mercado produzindo séries com episódios de 5 a 8 minutos! Você assistiria a cada Uber um episódio do seu seriado preferido?

Renda básica universal

Andrew Yang é um empresário norte-americano e candidato presidencial democrata em 2020. Uma das suas principais propostas é implementar a renda básica universal de US$1k para cada americano. Yang disse em sua sessão que 44% dos trabalhos dos Estados Unidos ou são cognitivamente ou manualmente repetitivos e com a evolução de máquinas e o crescimento da inteligência artificial grande parte dos empregos vão sumir. Sua proposta iria resolver os problemas que o desenvolvimento da automação está causando no país. Questionado se ele queria implantar o socialismo no país, Yang respondeu: “isto é capitalismo onde a renda não começa do zero”.

“A renda universal é totalmente pró-trabalho. E o trabalho é central aqui. Ele possibilita que o mercado pense que o que significa pra você faz sentido (como cuidar de seus filhos)”.

Ecossistema da inovação brasileira

Amanhã, dia  10/03, das 9am às 10:30am, Priscilla Erthal, sócia da Organica, Stella Brand, Diretora de Marketing da 99 App, André Ferraz, CEO da  In Loco e Felipe Spina, Growth Hacking do Distrito, participarão de um painel para discutir o ecossistema da inovação brasileira na Casa Brasil

RSVP: http://bit.ly/painel_sxsworganica

Jogue fora sua grande história

Roni faz uma reflexão a partir de uma situação inusitada, que o fez relembrar de um importante momento da sua trajetória profissional: colocar no lixo sua primeira grande história e se libertar para construir sua próxima, no caso, a Organica.

Para ele, a ideia de que podemos construir apenas uma grande história na vida faz parte do mundo linear da velha economia, onde cada profissional só tinha um caminho a trilhar.

O que vai rolar hoje

Tendências Tecnológicas Emergentes

Hoje, a futurista Amy Webb, professora da NYU Stern School of Business e fundadora do Future Today Institute, está lançando o seu 12º Relatório Anual de Tendências Tecnológicas Emergentes de 2019 no SXSW. Em sua sessão, Amy aborda os cenários para o futuro dos negócios, do governo e da sociedade com base em uma análise de dados das tendências tecnológicas emergentes.

Design in Tech

No 4º Relatório Design in Tech, John Maeda, o ex-Kleiner Perkins Partner e Chief Designer na Automattic, Inc., faz uma análise baseada em dados e fundamentada na interseção entre design e tecnologia e suas implicações para os negócios. Segundo ele, os produtos e serviços de tecnologia mais adorados da atualidade mesclam design e engenharia. Sem contar que as empresas criadas por designers geram hoje bilhões de dólares e o papel do design na tecnologia está em constante evolução.

50 anos da chegada à lua

Em 2019 estamos celebrando o 50º aniversário do primeiro pouso da Apollo 11 na lua, mais precisamente em 20 de julho de 2019. A sessão Apollo 50 discute como essa conquista inspirou o mundo, com o astronauta Charlie Duke, da Apollo, e o ex-diretor de voo da Apollo, Gerry Griffin, e fala sobre o que será do futuro no espaço, com a diretora adjunta da NASA do Centro Espacial Johnson, Vanessa Wyche. A viagem à lua é sem dúvida o maior evento registrado na história da humanidade.

O homem por trás da Starbucks

Howard Schultz cresceu no Brooklyn e se tornou o primeiro da família a ir para a faculdade. Quando ele se juntou  ao Starbucks, em meados dos anos 80, não propôs a criação de uma marca global. Ele buscou desenvolver uma empresa que se preocupasse tanto com os lucros quanto com as pessoas. Na sessão de hoje ele compartilha algumas das lições importantes que aprendeu na sua trajetória ao longo desses anos.

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *