fbpx

8 conteúdos diversos e inclusivos pra sair da bolha

agosto 29, 2022
Escrito por:

Tem que ser uma batalha diária pra todo mundo que é diverso se encaixar nos ambientes ou são os espaços que tem que se adaptar para receber essas pessoas?

Essa foi uma das reflexões levantadas no Dia da Coragem, um evento facilitado pela Organica no dia 6 de maio.

Conversamos sobre 4 macrotemas que consideramos importantes nesse momento, e um deles foi justamente a Coragem para Abraçar a Diversidade e a Inclusão.

Pra isso, trouxemos 2 convidados super especiais pra nos darem as suas perspectivas do assunto: Caroline Sodré, líder de Diversidade e Inclusão da Farm Rio e Luiz Gustavo Pacete, Jornalista e Editor na Forbes.

Durante a conversa facilitada pelo Felipe Ladis, sócio da Organica, entramos em um consenso: todos nós fomos criados em uma estrutura que nos forma para que sejamos muito mais parte do problema do que da solução.

Quando concordamos que o Brasil é um país racista mas não nos assumimos racistas, nos tornamos um inimigo invisível que não assume a sua responsabilidade de falar: “partindo dessa verdade, o que posso fazer pra ajudar?”

O Luiz Gustavo trouxe uma fala super impactante nesse contexto, quando ele, como negro de pele clara, se entendeu racista. Foi a partir desse momento que ele direcionou o propósito do seu trabalho a dar visibilidade e espaço a essa causa dentro do ambiente de trabalho dele.

No dicionário, diversidade significa qualidade daquilo que é diverso, diferente, variado; variedade. Um conjunto variado.

Já inclusão, representa o ato ou efeito de incluir(-se).

A diversidade e a inclusão são dois processos diferentes que precisam vir de um esforço intencional para que sejam efetivos.

Pra Carol, são 2 passos que, quando colocados em prática, facilitam que a diversidade e a inclusão sejam implementadas no ambiente de trabalho.

  1. O processo de sensibilização das lideranças: se as lideranças não estiverem convencidas e alinhadas do porque a diversidade é importante, nada vai funcionar. Elas precisam entender que elas fazem parte do problema, mas principalmente da solução.
  2. Implementar políticas de inclusão, retenção e acolhimento: inclusão é não só atrair talentos diversos, mas também reter essas pessoas. Elas precisam se sentir parte daquilo, sentirem que estão de fato incluídas.

Mas antes disso tudo acontecer, precisamos nos munir de informações, referências e influências que nos embasem de argumentos pra abrir qualquer caminho.

Para ajudar que mais pessoas ampliem seus repertórios, separamos 9 conteúdos de diferentes existências como pauta para você interagir com realidades fora da sua bolha.

1 – @ivanbaron – Influenciador da Inclusão

2 – @familiaquilombo –  Família, afetividade e Ancestralidade

3 – @leandrinhadu – comunicadora, colunistaNinja, meu carro chefe é sexualidade, AtivistaLGBT&PCD, teóloga metida a filósofa

4 – @joiceberth – Arquiteta e Urbanista, pesquisa sobre direito à cidade com recorte de raça e gênero

5 – @almapretajornalismo – Site de notícias

6 – @rita_von_hunty – Ator, professor e Drag Queen

7 – @prapretoler – Saúde mental e escrevivências para tornar dores inteligíveis

8 – @manobrown – Manoamano (Podcast) – Mano Brown entrevista diferentes personas Brasileiras

9 – @tiagorogero – Vidas Negras (podcast) – O jornalista Tiago Rogero analisa e entrelaça a trajetória e a obra de personalidades da história e da atualidade.

E aí, vamos conversar sobre desdobramentos possíveis de diversidade e inclusão nas empresas?

Ah, e se tiver mais conteúdos para aumentar essa lista, manda pra gente!

Pra assistir o painel completo da Carol, do Pacete e do Felipe sobre D&I, clique aqui embaixo 😉

Deixe uma mensagem