Você já assistiu Black Mirror? Uma das premissas básicas da série é uma espécie de exercício satírico e assustador do que acontece quando unimos humanos e novas tecnologias sem nenhum tipo de restrição. O que se pode esperar é desconforto e choque, algo como um Além da Imaginação Moderno. A série televisiva gerou até um bordão: “isso é muito Black Mirror”. Alguns dos episódios mais interessantes são aqueles que focam no tema inteligência artificial, ou AI.

Quando falamos de AI nos referimos a um campo específico do estudo da computação, que busca simular a inteligência humana em máquinas e softwares. Essa inteligência artificial seria capaz de perceber o ambiente ao seu redor e por causa disso tomar decisões mais assertivas baseadas nesse ambiente.

Já quando nos referimos à inteligência artificial no varejo podemos citar benefícios como o atendimento automatizado que ela propicia. Uma das reações mais expressivas da utilização dessa tecnologia é a aproximação entre cliente/varejista. Além disso, com a ajuda da inteligência artificial fica bem mais fácil realizar o armazenamento de informações, assim como o cruzamento dessas. Isso porque seu sistema é alimentado frequentemente com uma série de informações. Um ótimo exemplo são os chatbots.

Chatbots e sua utilização no varejo

Um chatbot é uma espécie de robô programado para simular uma interação humana em um chat. Sua função principal é interagir com o público, ao mesmo tempo em que automatiza tarefas tidas como burocráticas e repetitivas. Além de responder questionamentos feitos pelo usuário, ele é capaz de realizar sugestões relacionadas ao tema do produto ou serviço. Quando a pergunta não existe no banco de dados do sistema, o cliente é direcionado para um atendente para que ele obtenha a resposta. Em tese se trata de um sistema simples que consegue facilitar ainda mais as complexidades existentes, isso graças ao auxílio da inteligência artificial no varejo.

IA no varejo e suas particularidades

Além da utilização dos chatbots, existem outras aplicações possíveis para a inteligência artificial no varejo. Cruzar informações coletadas de clientes e traçar o perfil de cada um individualmente é outra delas. Dessa forma é possível direcionar a cada um desses perfis a um produto com maiores chances de ser adquirido.

Ao contrário do que muitos podem pensar a inteligência artificial não é algo de difícil acesso e indicado apenas para “grandes empreendimentos”. Na verdade qualquer tipo de negócio pode fazer uso desse tipo de solução tecnológica. Precisamos saber que a função da IA não é substituir as pessoas, mas ajudá-las a se aprimorar na execução de suas tarefas.

Aplicando a IA no seu comércio

Outro jeito de usar a IA de forma funcional é enviando e-mails automatizados para seu grupo de clientes. Isso possibilita que você separe sua clientela por grupos de interesse, assim eles só recebem comunicados que realmente importe a eles.

Ao realizar a inserção da inteligência artificial no varejo, é preciso saber e avaliar a qualidade dos dados que a empresa já possui. Feito isso, o próximo passo é moldar a IA de acordo com esses dados. Uma das maravilhas da IA é fazer uma varredura ágil na quantidade de vendas feitas, assim como na análise de documentos. Feito isso é mais fácil identificar oportunidades para seu negócio. Importante também avaliar todos os custos da implantação da tecnologia, para saber quais têm sido os ganhos a médio-prazo.

IA no varejo e seus resultados

Conhecer bem o cliente e quais os seus hábitos gera um bom relacionamento entre você e ele. Mais que isso, é possível otimizar os custos, planejar melhor investimentos futuros e gerir melhor o seu estoque.

O resultado da introdução da inteligência artificial no varejo é que você só tem a ganhar. Seus clientes sairão mais satisfeitos além de você! Agora que você já sabe sobre essa ferramenta e sobre a forma que ela é capaz de auxiliar e compreender o comportamento das pessoas, que tal aderir a essa nova moda?

Você já faz uso da IA no seu dia a dia? Tem alguma experiência que gostaria de compartilhar com a gente? Esperamos que esse texto tenha elucidado suas grandes dúvidas. Caso tenha ficado alguma questão, compartilhe com a gente nos comentários. Até a próxima!

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *