O SXSW acabou, mas a lista de vídeos, podcasts e livros para consumir na volta só cresceu! Nós preparamos uma lista de livros escritos por alguns dos principais palestrantes para quem quer manter a chama acesa durante o ano:

1.The Big Nine: How the Tech Titans and Their Thinking Machines Could Warp HumanityAmy Webb

Lançado durante o SXSW, o novo livro da futurista quantitativa Amy Webb analisa a influência das nove companhias mais poderosas do mundo no desenvolvimento da Inteligência Artificial e o risco que essa concentração representa. Estamos falando do Google, Amazon, Apple, IBM, Facebook, Microsoft, Alibaba, Tencent e Baidu.

Quem quer saber mais sobre Amy Webb também deve ler o seu livro The Signs are Talking, em que ela explica a sua metodologia quantitativa para identificar tendências de tecnologia.

Confira o Tech Trends Report 2019 da Amy Webb clicando aqui.

2. Non-Obvious 2019: How To Predict Trends and Win The Future – Rohit Barghava

Rohit Barghava publica desde 2011 um report que foge do habitual: em vez de focar nos avanços tecnológicos, ele destaca as mudanças comportamentais.

Os reports anuais dele são bem baratinhos e publicados em formato de ebook fácil de consumir no Kindle, da Amazon. Quem tem curiosidade de conferir as edições anteriores pode encontrar todas aqui.

3. Esther Perel

A terapeuta de casais que já foi um hit no SXSW pelo segundo ano seguido ainda está trabalhando no seu livro sobre a importância dos relacionamentos pessoais no ambiente de trabalho, mas vale a pena conferir as duas obras anteriores dela, ambas publicadas em português: Casos e Casos (uma tradução infeliz para o título “The State of Affairs – Rethinking Infidelity”) e Sexo no Cativeiro. Clique aqui se quiser ler os originais em inglês, esta é a página dela na Amazon.

Perel também mantém um podcast superpopular, que vale a pena conferir.

4. Dare to lead – Brené Brown

Autora de diversos bestsellers, a pesquisadora Brené Brown, especialista em temas como vulnerabilidade, coragem, vergonha e empatia, arrancou lágrimas do público defendendo a ideia de que devemos ter coragem para sermos nós mesmos e para nos aproximarmos mais dos que amamos. Ela tem vários títulos publicados em português, mas o último livro dela, Dare to lead (Ouse Liderar), por enquanto, só em inglês.

Em abril, a Netflix vai publicar um especial com Brown chamado The Call to Courage.

Também vale a pena assistir ao TED da Brené Brown, que é de 2014 mas segue valendo.

5. Wisdom at Work: The Making of a Modern Elder – Chip Conley

Depois de vender a sua companhia de hotelaria aos 52 anos, Conley decidiu ser estagiário do AirBNB, respondendo a um CEO que tinha idade para ser seu filho. Lições aprendidas: com equipes e líderes cada vez mais jovens, a Nova Economia demanda a reintegração de valores que os mais velhos têm melhores condições de entregar, como humildade, inteligência emocional e sabedoria.

6. How to Change Your Mind: What the New Science of Psychedelics Teaches Us About Consciousness, Dying, Addiction, Depression, and Transcendence – Michel Pollan

Com uma deliciosa erudição e um pensamento lógico irreparável, Michel Pollan conta nesta obra o seu mergulho investigativo – e as suas experiências pessoais – no mundo do tratamento de doenças mentais com substâncias psicodélicas.

Vale a pena conferir as outras obras polêmicas de Pollan, um defensor das experiências ancestrais da humanidade com a comida.

Também recomendamos a série de Pollan na Netflix, que se chama Cooked.

7. Lifescale: How to Live a More Creative, Productive, and Happy Life – Brian Solis

Solis fez no SXSW uma apaixonada defesa do abandono das distrações digitais em favor do relacionamento humano e da criatividade. Aqui, todos os livros de Solis.

8. Wise Guy – Lessons from a LIfe – Guy Kawasaki

Ele fez parte do time que desenhou o Macintosh em 1980 e é o fundador do Canva. Nessa autobiografia, conta histórias que vão desde o relacionamento pra lá de sincero com Steve Jobs até sobre como é ser confundido na rua com Jackie Chan.

9. Bring Your Human to Work: 10 Surefire Ways to Design a Workplace That Is Good for People, Great for Business, and Just Might Change the World – Erica Keswin

O título já explica tudo: Keswin defende que, em tempos de automatização, os humanos seguem sendo o maior fator crítico de sucesso para uma empresa

Este ainda não foi lançado, mas está na nossa fila de leitura desde já:

10. The End of Killing: How Our Newest Technologies Can Solve Humanity’s Oldest Problem – Rick Smith

Smith, que é fundador da Taser (aquela arma que imobiliza com impulsos elétricos), defende a tese de que estamos a ponto de não precisar mais de armas que matem – o que suporá uma mudança radical na nossa concepção de violência.

E você, que livros recomenda para leitura em 2019?

Participe do maior evento de inovação do mundo!

Recommended Posts

No comment yet, add your voice below!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *